Enquanto eu dormia

Ando tão impopular que nem dá vontade de escrever. Se abro a minha boca é para criar polêmica. Há anos levo uma vida sonolenta, pacata, sossegada. Mas tem dias em que me sinto acordada. Estes são os piores. Uma espécie de lucidez toma conta de mim e me conta o quanto de vida desperdiçada vou deixando para trás. Prometo nunca mais dormir. Mas o sono sempre vem…

Regina

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Enquanto eu dormia

  1. Tati disse:

    Isso me lembrou da gente em Floripa: nunca vai acabar!
    Relaxa, Regis, daqui a pouco você chega no ponto de equilíbrio entre o sono e a euforia.

  2. Cris disse:

    Régis tem que pensar é o qto ainda tem para frente acordada! ;-D

  3. Lis Sayuri disse:

    Penso também no quanto a gente perde enquanto você dorme, Regis. Torço pra você despertar logo e constante, sua lucidez só soma.

  4. Não há problemas em dormir se pudermos viver num “inception” com “Non, je ne regrette rien” como trilha sonora.
    Só não esqueça de carregar sempre seu “totem”, quando for necessário acordar.
    bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s