“botei na peneira e não passou”

Não é silêncio, é menos palavra. Deve ser economia, filtro e balança.
Eu não sei também, me dê mais um tempo que eu ainda tô observando.
Sabe aquela distância que separa as duas extremidades de uma gangorra? Então. Tem uma de mim lá e outra aqui.

Vai passar e, se passar, evolui.

Postado por Lis Sayuri. “Meu corpo tá aqui, mas meu espírito é de lá.”

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para “botei na peneira e não passou”

  1. Regina disse:

    Conciso: exprime muitas coisas em poucas palavras.
    Um dia vc vai ter que me ensinar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s