Mais um texto sobre o amor

Desde o início do blog venho querendo escrever sobre o amor. Mas como escrever sobre isso sem parecer óbvio, piegas ou uma letra de música brega?

A resposta para isso eu não tenho. Pensei muito e muito sobre isso e cheguei a conclusão de que devo apenas escrever; escrever aquilo que venho sentindo e que tenho vontade de mostrar as pessoas que estão ao meu redor e aos eventuais leitores do blog.

Escrevo para prestar uma homenagem a pessoa que mais me entende, me completa e me deixa feliz. A minha namorada que já me acompanha nessa jornada chamada vida por quase sete meses.

Ana Paula. Ana significa “cheia de graça” e vem do hebraico. Paula quer dizer “pequenina e delicada” e é de origem latina. Existem outras tantas palavras que poderiam definir a minha pequena  e delicada cheia de graça, mas é exatamente isso o que ela é.

Aqui no blog eu já escrevi sobre valores que damos as coisas, sobre ociosidade durante o desemprego e sobre a cilada que foi o meu último emprego. Hoje resolvi escrever sobre o que me impulsiona há algum tempo: O amor.

Quem já amou um dia sabe da importância que damos em demonstrar aquilo que sentimos pela pessoa escolhida, por isso este texto de hoje.

Para quem ainda não amou  e que por ventura possa criticar a minha escolha de hoje ou o modo como escrevi sobre o tema, mesmo sem falar nada para mim, só tenho a dizer: aguarde e verás que um dia eu tinha razão em publicar algo sobre o amor.

Demoramos um mês para sairmos pela primeira vez, cinco dias para começarmos a namorar, alguns dias para nos apaixonarmos e hoje temos a certeza de que nos amamos, sete meses após o início dessa saga. Não é a toa o número incontável de planos discutidos diariamente sobre o futuro.

Posso não ser o melhor namorado do mundo, mas tenho certeza de que sou um dos que mais se entregam em um relacionamento e este texto é mais uma prova disso.

Postado por Thiago Borba, ainda dependente do amor e buscando um lugar ao sol, mas pode ser na sombra também.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Mais um texto sobre o amor

  1. Tatiana disse:

    Que você se entrega ninguém duvida! Heheh Seja muito feliz, Borba! O lugar na sombra na descrição foi muito legal. Rs Beijos

  2. Lis Sayuri disse:

    bonito de ver!

  3. Sergio disse:

    Descobri este blogue por acidente ou seja a navegar
    Gostei pois tambem tento escrever e divagar deixando os pensamentos serem superiores a tudo que me rodeia , escrevo por vontade e necessidade .
    Sou Portugues , vivo em Portugal e gostei deste espaço !
    Parabens !
    deixo o meu espaço : http://comnexoesemsexo.blogspot.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s